sexta-feira, 9 de novembro de 2012

S.Bernardo inicia projeto para instalar teleférico

09/11/2012 - Diário do Grande ABC

O processo de composição do projeto inclui viagens já realizadas para estudo da tecnologia in loco em países como Colômbia e Venezuela, que já contam com o meio de transporte há cerca de cinco anos.

Por Natália Fernandjes

A Prefeitura de São Bernardo anunciou ontem que está em fase inicial de elaboração o projeto funcional para a instalação de teleféricos em áreas montanhosas da cidade. A ideia é criar sistema de integração tarifária entre ônibus municipais, trólebus, metrô - previsto para chegar em 2015 ao município - e o transporte via cabo.

Sem detalhar prazos e valores para viabilização do equipamento, o secretário de Transportes e Vias Públicas, Oscar Silveira Campos, destacou que a expectativa é de que as obras comecem na metade de 2014. "Estamos estudando ainda os pontos onde serão instaladas estações, os custos e eficiência", comenta.

A ideia inicial é estabelecer ligação entre três corredores da cidade - Rua Tiradentes, Estrada do Montanhão e Avenida Dom Pedro de Alcântara - com as comunidades estabelecidas nos pontos mais altos. "Vamos fazer ligação entre os morros e desses locais com os corredores e estudar o viário nesses vales", observa Campos.

O processo de composição do projeto inclui viagens já realizadas para estudo da tecnologia in loco em países como Colômbia e Venezuela, que já contam com o meio de transporte há cerca de cinco anos. Em dezembro, o prefeito Luiz Marinho (PT) e sua equipe embarcam para o Rio de Janeiro para conhecer a metodologia utilizada no morro do Alemão.

"Essas avaliações servem para viabilizar o projeto que colocaremos na rua e permitir que haja concorrência entre as empresas que prestam o serviço. Com isso, teremos o melhor projeto com menor custo", destaca.

A exemplo do que acontece nos países visitados, a expectativa é de que o sistema a ser implantado em São Bernardo seja o de cabines com capacidade para até dez passageiros, sendo oito sentados e dois em pé - todos com acessibilidade. No exterior, o equipamento atende comunidades instaladas a cerca de 400 metros de altitude e transporta até 6.000 pessoas por hora em velocidade de 18 km/h.

Os usuários de ônibus em São Bernardo já contam com o Cartão Legal, sistema que permite ao passageiro que pagou a passagem utilizar outro ônibus sem custo adicional no período de uma hora e meia. O objetivo da integração é permitir ao passageiro pagar apenas uma passagem para se conectar aos 11 corredores de ônibus que serão criados na cidade até 2014.

O processo será feito de forma integrada com a urbanização dos núcleos habitacionais do município.




Enviado via iPhone

Nenhum comentário:

Postar um comentário