terça-feira, 8 de outubro de 2013

Projeto de teleférico em Florianópolis pretende transportar 15 mil passageiros por dia

07/03/2013 - Mob Floripa

Estão previstas três estações: UFSC, Maciço do Morro da Cruz e Ticen

O governo federal anunciou na quarta-feira que irá destinar mais de R$ 162 milhões para obras de pavimentação e mobilidade urbana em Florianópolis. A intenção da Secretaria Municipal de Obras é iniciar os trabalhos ainda neste ano. Entre os projetos está a construção de um teleférico ligando a UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina) ao Ticen (Terminal de Integração do Centro).

"Não é um teleférico turístico. Tem o objetivo de auxiliar no transporte público daquela região", destacou o vice-prefeito e secretário municipal de Obras, João Amin. Serão três estações: UFSC, Maciço do Morro da Cruz e Ticen. Os locais exatos serão definidos no projeto executivo que deve ser elaborado ainda no primeiro semestre deste ano.

Teleférico e anel viário custarão R$ 142 milhões

Na carta-consulta entregue ao governo federal para aprovação do projeto do teleférico, a Prefeitura da Capital estima que a demanda seja de 15 mil passageiros por dia. O sistema contará com 120 cabines, cada uma com capacidade para oito passageiros.

O novo transporte deve atingir 96 mil pessoas, impactando na vida de 20% da população de Florianópolis. De acordo com João Amin, as obras do anel viário e do teleférico custarão juntas R$ 142,3 milhões.

Amin destacou que outras regiões da cidade também serão beneficiadas pelos investimentos federais. Canaletas exclusivas para o transporte coletivo serão construídas na avenida Rio Branco e na Gama Deça. A secretaria ainda fará a pavimentação da marginal da Beira-mar Norte na região da Casa da Agronômica, com custo de R$ 20,1 milhões.

A rua Padre Rohr, na Barra do Sambaqui, e a rua Pastor William Richard Schisler Filho, no Itacorubi, também serão pavimentadas. Segundo o prefeito Cesar Souza Júnior (PSD ), a obra em Sambaqui, orçada em R$ 5 milhões, vai desafogar o tráfego da região de Santo Antônio de Lisboa.